setembro 15, 2019
Saúde

Após retorno de doenças erradicadas, ministro anuncia multivacinação

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse ontem (22), na abertura de um congresso sobre saúde suplementar, que o Governo Federal preparou uma campanha de multivacinação para o mês de outubro. O objetivo é que todos os brasileiros atualizem a carteira de vacinação. A partir dessa campanha os registros serão feitos em uma carteira digital.

“Porque é muito difícil ter em memória qual vacina e quando tomou, se vai viajar para algum lugar que exige a vacina. O aplicativo de vacinas no meio eletrônico vem para facilitar muito o controle das famílias”, explicou o ministro, que ainda se mostrou preocupado com o controle do sarampo.

Segundo Mandetta, é muito importante que a vacina não seja dada aleatoriamente, e sim com atenção aos alvos específicos, como bebês com idade entre 6 e 12 meses. “Estamos recomendando a vacina para crianças com menos de um ano, porque há muitas mães que não passaram anticorpos para os seus filhos porque não eram vacinadas ou porque não amamentaram”, concluiu.

Outra prioridade são as pessoas na faixa de 15 a 30 anos de idade, pois tomaram apenas uma dose da vacina. “Não adianta vacinar pessoas de 70, 80 anos, porque ela, provavelmente, teve ou entrou em contato com o sarampo na época em que não se vacinava, nos anos 50, 60, 70, quando tínhamos epidemias”, explicou o ministro.

Vacinação em Nerópolis

Em alguns lugares do país fez-se necessária a abertura de uma campanha de vacinação para os grupos de risco do sarampo, devido à confirmação de casos da doença nessas localidades. A cidade de Nerópolis não entrou na campanha, pois não tivemos casos confirmados por aqui.

A equipe da Vigilância Epidemiológica disse que, nos postos de saúde do município, existem doses suficientes da vacina, conhecida como tríplice viral, para os neropolinos dos grupos de risco, que basta ao cidadão procurar a unidade de saúde para a segunda dose para os adultos e a primeira para as crianças.

Matérias relacionadas