novembro 18, 2019
Notícias

Aumentam os registros de feminicídio no país

No Dia Internacional da Mulher o site de notícias G1 divulgou um levantamento do número de homicídios contra mulheres e também nos registros de femínicidio ocorridos em todos os estados brasileiros. Os dados são retirados da base oficial dos 26 estados e do Distrito Federal. Houve uma pequena redução nos casos de homicídios contra mulheres.

Em 2018 foram registrados 4.254 homicídios dolosos de mulheres, uma redução de 6,7% em relação ao ano anterior. Porém, do outro lado, os casos de feminicído, ou seja, casos em que as mulheres foram mortas em crimes de ódio motivados pela condição de gênero, aumentou de 1.047, em 2017, para 1.135 no ano passado.

O levantamento foi divulgado hoje (8) no Monitor da Violência, uma parceria entre o G1, o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (USP) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Desde 9 de março de 2015, o Código Penal prevê penalidades mais graves para homicídios que se enquadram nas definições de feminicídio, ou seja, que envolvam violência doméstica e familiar e/ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher. A principal motivação desse tipo de crime é a separação de casais.

Matérias relacionadas