Mercado

Bancos lançam cartões de crédito com juros

A Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito (Abecs) anunciou as novas condições do sistema de parcelamento. Empresas como Visa, Mastercard, Elo e Hipercard já disponibilizaram os novos cartões para os consumidores. O parcelamento sem juros, que já existe no mercado, continua existindo.

Com o novo funcionamento, as maquininhas de cartões deverão apresentar pelo menos três simulações de parcelamento, com prazos e preços diferentes. O presidente da Abecs, Pedro Coutinho, disse que a associação não irá determinar a taxa de juros, caberá ao banco emissor do cartão quais serão as taxas cobradas, levando em conta os perfis de risco de cada cliente.

Os bancos querem cobrar o máximo de juros para terem o máximo de lucro

Paulo Solmucci, presidente da Abrasel

Especialistas avaliam que o novo modelo irá prejudicar o consumidor e o comerciante. Quem tem menos renda deverá pagar juros mais altos, por causa dos riscos de inadimplência. Os lojistas também deverão ter taxas operacionais mais elevadas. Com essa medida, em médio e logo prazo, fará com que o cheque pré-datado volte a ter força no mercado.

O que pensam os lojistas

O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci, disse que um ponto positivo é oferecer opções de parcelamentos, porém está preocupado com a atuação dos bancos na implantação do serviço. “Os bancos querem cobrar o máximo de juros para terem o máximo de lucro. Isso sufoca tanto o lojista quanto o consumidor”, declarou.

“A nova modalidade de pagamento é bem-vinda, desde que não prejudique o parcelamento sem juros que já existe”, disse o presidente da Associação Brasileira de Internet (Abranet), Eduardo Parajo. Para ele, qualquer modificação que aumente os custos ou dificulte as condições de pagamento seria um retrocesso para a economia.

A decisão final ficará na mão do lojista, caberá a ele oferecer ou não o parcelamento com juros. Porém, no parcelamento com juros, o financiamento da compra ficará à cargo do banco emissor. No parcelamento sem juros é o lojista quem banca o custo de financiar o cliente. Já a forma de pagamento será escolhida pelo cliente, as duas modalidades irão coexistir.

Para garantir o controle dos gastos, o consumidor terá a oportunidade de fazer a simulação do valor da parcela no momento da compra. “Ele compra por X reais e vai conseguir saber exatamente o valor de cada parcela”, afirmou o presidente da Abecs. Com o novo modelo o cliente também terá acesso a prazos maiores, com parcelamento em até 36 vezes.

O novo sistema já está disponível, mas depende da operadora e do banco para funcionar. Algumas instituições estão em fase de implementação.

  • Bandeiras: Visa, Mastercard, Elo e Hipercard
  • Credenciadores: Cielo, GetNet e Rede
  • Bancos: Bradesco, Itaú, Santander e Banco Votorantim

Matérias relacionadas