Notícias

Bolsonaro pode acabar com o horário de verão

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que aguarda fim da viagem do presidente Jair Bolsonaro à Jerusalém para entregar o projeto que avaliará a extinção do horário de verão. Segundo o ministro o relatório com prós e contras já está pronto para análise do presidente.

Albuquerque informou ontem (1º) que o estudo estará concluído até semana que vem, mas, com o relatório em mãos já pode ser analisado pelo presidente, para que o mesmo possa decidir se realmente irá acabar com o horário de verão. A decisão, de acordo com o ministro, tem que ser feita neste momento e não pode levar em conta apenas dados econômicos, mas outros fatores como sobrecarga e picos de consumo.

“Minha opinião técnica, vou dar para o presidente. Ele tem muito interesse. Quando o presidente quiser, estarei pronto, a partir da próxima semana”, disse Albuquerque quando questionado sobre a opinião com relação ao fim da mudança de horário no país. Ele também acrescentou que não poderia dizer se Bolsonaro é contra ou a favor da mudança.

No último governo esse estudo já estava sendo realizado, mas devido à polêmica do assunto e a preocupação da população com relação às eleições o estudo foi adiado e retomado no início de 2019. Na última semana o Parlamento Europeu votou pelo fim do horário de verão em toda Europa, a partir de 2021.

Matérias relacionadas