Notícias

Brota primeira semente de algodão na Lua

A China conseguiu que uma semente de algodão brote na Lua, o que significa o sucesso de um dos experimentos da sonda Chang’e 4, a primeira a pousar na face oculta do satélite natural da Terra. A agência estatal de notícias, Xinhua, informou e publicou as fotos ontem (15). Segundo a equipe de cientistas da Universidade de Chongping, do sudeste do país, esse feito foi apresentado a primeira miniexperiência bem-sucedida em solo lunar.

A sonda Chang’e 4 foi a primeira a fazer um pouso na face oculta da Lua em toda a história da humanidade. Ela carregava sementes de algodão, de colza (planta utilizada na fabricação de óleos), de batatas e de arabidopsis (flor utilizada em experiências genéticas), além de ovos de drosófilas (mosca-da-fruta) e algumas leveduras para criar uma minibiosfera simples.

O cultivo na Lua não é nada fácil, as temperaturas podem superar os 100 graus Celsius durante o dia e cair a menos de 100 negativos de noite, tem recebe maior radiação solar e ter uma gravidade menor que a da Terra. O cientista encarregado, Xie Gengxin, contou ao jornal South China Morning Post, de Hong Kong, que sua equipe havia desenhado um recipiente que manteria a temperatura entre 1 e 30 graus, permitindo a entrada de luz natural e o fornecimento de nutrientes e água para as plantas.

Matérias relacionadas