Esportes

Final de semana de jogos equilibrados

Como é de costume nessa edição da Taça Cidade, sempre acontecem dois jogos no domingo. Hoje (23) não foi diferente, às 14h o Fanáticos enfrentou o Operário e o calor e o sol quente atrapalharam o rendimento dos jogadores em campo. O resultado final ficou com dois gols para o time mandante e nenhum para os visitantes.

O Operário está oficialmente fora dessa edição do campeonato e pode ficar de fora da 34ª Taça Cidade. Isso porque houve uma mudança no regulamento desse ano, no qual o time que tiver a pior classificação fica de fora da próxima edição.

Confira a tabela completa da 33ª Taça Cidade.

O segundo jogo foi entre Juventus e Big Brother, nesse foi o mandante quem levou a pior, foi derrotado por 2 a 1 e ainda teve três jogadores expulsos. Esse jogo foi apitado por árbitros oficiais da Federação Goiana de Futebol e foram bem rígidos nas marcações, já que o Juventus estava mais interessado em fazer um jogo violento e sempre tirar satisfação com a arbitragem.

Fanáticos 2 x 0 Operário

O time visitante começou o jogo com dois jogadores a menos e só depois de 20 minutos da partida que o 10º jogador entrou em campo. O Operário já entrou em campo sabendo que estaria eliminado do campeonato mesmo com o empate, algumas pessoas que estavam no estádio nem acreditavam que o time viria para esse último jogo.

Já o Fanáticos veio diferente do jogo passado, quando o time jogou praticamente sem banco de reservas. Hoje o time tinha quatro substitutos e atacou bastante durante toda a partida. O problema foi a pontaria dos atacantes, com quatro bolas na trave, vários chutes para fora e apenas dois gols durante a partida, um dos pés de Elder e outro do capitão da equipe Rhangel, de pênalti.

Mesmo levando dois gols, o destaque do Operário na partida foi o goleiro Jeander que fez defesas incríveis, quando o Fanáticos chutava na direção correta do gol. No time mandante quem ficou em evidência foi o centroavante Beterraba pela espantosa falta de mira e a quantidade de gols perdidos.

Ficha técnica:

Fanáticos Futebol Clube

  • Técnico: Reginaldo Gonçalves
  • Assistente: João Manoel
  • Massagista: Lucas Cardoso
  • Titulares: Wdyson Gomes de Oliveira, Danilo Alves Vitória (Índinho), Josimar de Paula Bruno, Claudeci de Jesus Domingos, Elder Lopes Pereira, Rhangel Xavier de Avelar, Fabiano Firmino Lima (Beterraba), Fábio Pereira dos Santos, Robson Lopes de Andrade, Leonardo Ferreira de Oliveira e Natanael Gomes da Silva.
  • Substituições: Davi Gomes da Silva, Douglas Pereira da Silva e José Divino Brunio Santos.
  • Gols: Elder (55’) e Rhangel (73’)
  • 13 faltas cometidas

Operário Futebol Clube

  • Técnico: Antonio Paulo Monteiro
  • Assistente: Aldair
  • Massagista: Pedro Bezerra
  • Titulares: Carlos Henrique Souza da Silva, Fabiano Pereira França, Ailton Oliveira Gomes, Pablo Martins Casario, Jose dos Reis Cavalcante Filho, Antonio Paulo Monteiro Borges, Tiago Bitencourth Souza, Deivid W. Barbosa Rocha, Jeander M. Barbosa e Genesio Gonzaga da Silva.
  • Cartão amarelo: Fabiano
  • 7 faltas cometidas

Arbitragem:

  • 1º árbitro: Pedro Henrique Soares – Federação Goiana de Futebol (FGF)
  • 2º árbitro: Giliard Rodrigues – Federação Goiana de Futebol (FGF)
  • 3º árbitro: Flávio Silva – Liga Esportiva de Nerópolis e Entorno (Lene)

Juventus 1 x 2 Big Brother

Jogo pegado com várias chances de gol para os dois lados, mas com muitas faltas graves e muita reclamação e desacato à arbitragem. Os árbitros oficiais da FGF, Carlucy Roberto, Tiago Marques e Renato José, tiveram trabalho para conter os ânimos dos jogadores, principalmente do lado do Juventus que fez duas faltas graves antes do primeiro cartão vermelho.

O jogo começou equilibrado com poucas chances de gol até que o jogador Guilherme, do Big Brother, aproveitou a sobra e abriu o placar. Depois disso o time visitante tirou o pé do freio e começou a jogar no campo de defesa, tentando chegar apenas nos contra-ataques, que foram poucos. Enquanto isso o Juventus começou a gostar do jogo e criar mais oportunidades que o adversário.

Igor foi o primeiro jogador expulso do time mandante, aos 40 minutos do primeiro tempo. Mesmo assim o Juventus atacou mais e criou as melhores oportunidades no finalzinho do primeiro tempo. Ao retornar do intervalo o Big Brother voltou melhor para o jogo e criou algumas oportunidades.

Mas o time do técnico Tiago só apareceu realmente no jogo depois de confusão no meio de campo e expulsão de um jogador de cada lado: Rafael do Big Brother e Renan Campos do Juventus. Com os times cansados e um desacato ao árbitro, Douglas Pires, do Juventus também foi expulso.

Com a vantagem numérica Luquinha aproveitou de uma falha da defesa e ampliou o placar, já nos acréscimos do segundo tempo. No último minuto do jogo o Big Brother marca falta na área e Cássio diminuiu para o Juventus. Fim de jogo Juventus 1 e Big Brother, classificado para a próxima fase, 2.

Ficha técnica:

Juventus Futebol Clube

  • Técnico: (pediu para retirar o nome das publicações)
  • Assistente: Rodrigo de Oliveira Campos
  • Massagista: Cristiano Maria Ferreira
  • Titulares: Rennan da Silva Vieira, João Paulo Gomes de Almeida, Vinicio Pires de Oliveira, Diego do Nascimento da Silva, Nubio Pereira da Silva, Igor Geraldo Pires de Oliveira, Junio Cesar Araujo de Carvalho (Cesinha), Deivid da Silva Maia Santos, Cassio Pereira da Silva, Douglas Pires Ferreira (Douglinhas), Wesley Luiz da Costa Filho.
  • Substituições: Francinei Alves de Menezes (Cinei), Josano Gomes Ferreira (Alemão), Luiz Mario Alves de Menezes (Snoop), Renan Campos da Costa e Wesley Regosino da Silva Filho.
  • Gol: Cassio (90”)
  • Cartões amarelos: Diego e Douglas
  • Cartões vermelhos: Douglas, Igor e Renan Campos
  • 15 faltas cometidas

Big Brother Futebol Clube

  • Técnico: Tiago Jose
  • Assistente: Luiz Henrique Melo
  • Massagista: Antonio Carlos
  • Titulares: Carlos Renan Cunha Alves, Aluisio Antonio da Silva Correa (Bisa), Guilherme Alves Machado, Rafael Cardoso Cruz, Humberto Lopes Pereira, Weberson Oliveira da Silva, Lucas Ximendes Silva, Lucas Freire dos Santos (Luquinha), George Moreira Santana, Tiago Bandeira de Almeida e João Pazini Neto.
  • Substituições: Cleiton Luiz Gomes da Rocha, Irisvalmer do Nascimento Junior (Juninho), Israel Eduardo de Sousa Pires e Pedro Guilherme D. X. Amaral.
  • Gols: Guilherme (24’) e Luquinha (90’)
  • Cartões amarelos: Bisa, Renan e Humberto
  • Cartões vermelhos: Rafael
  • 12 faltas cometidas

Arbitragem:

  • 1º árbitro: Carlucy Roberto – Federação Goiana de Futebol (FGF)
  • 2º árbitro: Tiago Marques – Federação Goiana de Futebol (FGF)
  • 3º árbitro: Renato José – Federação Goiana de Futebol (FGF)

Matérias relacionadas