Mercado

Medicamentos podem ficar mais caros a partir de hoje

Foto: Reprodução/EPTV

A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) afirmou que os medicamentos poderão ficar até 4,33% mais caros a partir de hoje (1º). O valor ficou acima da inflação de 2018, que fechou em 3,75%. De acordo com o Ministério da Saúde, o percentual é o teto máximo permitido de reajuste.

Porém o reajuste não é obrigatório, cada empresa pode decidir se vai aplicar o índice total, parte do índice ou se nem fará acréscimos aos valores praticados em cada medicamento. Esse aumento vale apenas para remédios vendidos com receita médica. Já as empresas que descumprirem o teto podem pagar multa que varia entre R$ 649,00 a R$ 9,7 milhões.

No site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é possível pesquisar os valores máximos de cada medicamento para não ser lesado na hora de comprar. Entre no site e confira as Listas de preços máximos de cada medicamento, na página também é possível aprender como consultar a lista, passo à passo.

Matérias relacionadas