Mercado

Mudanças na declaração de Imposto de Renda em 2019

O período de envio do documento de declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) acontece em março e abril, mas muitos contribuintes gostam de acertar as contas com o Leão no primeiro dia para garantir a restituição no primeiro lote. As regras devem ser publicadas no próximo dia 1º de março.

Porém, o presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis do Rio Grande do Sul (Sescon-RS), Celio Luiz Lecandovski, esteve na Receita Federal e adiantou, na coluna Acerto de Contas, algumas mudanças. Uma delas é que o contribuinte precisará informar o CPF de todos os dependentes.

Com relação aos bens de consumo, ao fazer a declaração, será preciso detalhar os imóveis, com número de matrícula e IPTU e também o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavan) de todos os veículos que possuir. As empresas precisam liberar os comprovantes de rendimentos a partir do dia 28 de fevereiro.

Matérias relacionadas